Termas de Vale da Mó

No concelho de Anadia, agarrada às faldas da Serra do Caramulo, a 250 metros de altitude, no meio de denso arvoredo, quase no extremo leste da Bairrada, surge a pequena aldeia de Vale da Mó, com o seu grande tesouro: as termas de água férrea.

O vale é uma tortuosa faixa de terreno, apertada entre montes opulentamente vestidos de pinheiros e medronheiros, com rara mescla de sobreiros, oliveiras, acácias e eucaliptos, coberto da mais variada vegetação rasteira, tornando Vale da Mó num lugar aprazível para tratamento de cura e repouso. Com um microclima muito seco, sem nevoeiros e temperado, permite desfrutar um panorama lindíssimo e variado.

A sua localização, longe do burburinho e da agitação citadina, convida ao repouso e é fundamental para a cura de estados de depressão nervosa e fadiga, tão comuns nos nossos dias.

Aproveite para conhecer e desfrutar de outras facetas do concelho de Anadia. Desvenda as riquezas gastronómicas e vinícolas, degustando o tradicional Leitão à Bairrada e percorrendo as caves e adegas da Rota da Bairrada. Visite a cidade de Anadia, e descubra o Museu do Vinho Bairrada e o Museu José Luciano de Castro, e observe a Bairrada a partir do Monte Crasto.

Em Sangalhos, surpreenda-se com o Centro de Alto Rendimento - Velódromo Nacional e com o Aliança Underground Museum, e, na Curia, viaje à “belle époque” no Parque das Termas e no Palace.

ver mais

Benefícios

  • Características da água

    Mineralização Total: Fracamente mineralizada
    Quimismo: Bicarbonatada, Magnesiana ferruginosa
    Temperatura da Água: 16,7ºC
    PH: 6,18

    A água mineral das Termas de Vale da Mó nasce bacteriologicamente pura, sem cheiro, e de sabor ligeiramente férreo. Tem uma elevada estabilidade, sendo, do ponto de vista iónico, uma água bicarbonatada magnesiana ferruginosa. “Moderadamente doce”, mas de reação ácida, é hipotermal e fracamente mineralizada.

    Trata-se de uma “representante única deste tipo no património hidrológico português”.

  • Indicações Terapêuticas
    Aparelho Digestivo
    Sangue
  • Termalismo Terapêutico

    TÉCNICAS TERMAIS
    Ingestão de água

    Uso:
    Externo: junto à Buvette (Fonte);
    Interno: na própria fonte e só aí (dada a precipitação rápida), fria ou quente, 5 tomadas diárias, com intervalos de 20 minutos, durante a manhã e a tarde.
    Duração do Tratamento: 14 ou 21 dias de acordo com a prescrição médica.

    Programas Terapêuticos:
    Anemias, Clorose e Hipercloridrias
    Doenças do sangue (anemias e outras por carência de ferro)
    Doenças gastro-hepáticas (gastro-duodonais e hepatopatias)
    Anorexias e convalescenças

Informação

  • Época Termal

    De 01 de junho a 31 de outubro.

  • Horário de Funcionamento

    De segunda-feira a sábado:
    Manhã: das 08h00 às 12h00
    Tarde: das 16h00 às 19h00

    Domingos:
    Manhã: das 08h00 às 12h00
    Tarde: das 15h30 às 18h00

    Atendimento Médico:
    Solicitar informação para os contactos indicados.

  • Rotas

Contactos

Morada

Termas de Vale da Mó
Moita
3780-460 Anadia
Aveiro

Telf.: +351 231 525 082
Telf.: +351 231 510 730
E-mail: [email protected]
Redes Sociais: Facebook

GPS:
Latitude: -8.3897274
Longitude: 40.442661

×